Tempo

Tudo bem, viu?

Nós temos que parar de insistir em quem faz pouca questão da gente. Essa coisa de querer caber dentro das caixinhas que os outros criam é se privar de viver intensamente. Tudo bem ser não der certo. Tudo bem receber um não. Tudo bem. Essa coisa de não aceitar que o fim chegou desgasta o corpo e até a alma. Não digo que devemos deixar de ser gentil ou se comportar como quem não se importa mais – eu não sou assim, particularmente falando – mas, chega um momento em que temos de pensar mais em nós. É bom abrir as janelas do coração e deixar que o vento leve toda poeira que pesa o peito. Tudo bem, é normal precisarmos partir da vida de alguém também. Por mais que desejemos que tudo dure para sempre, alguns para sempre só duram até o fim do ano, outros até o fim do mês, e talvez, há os que durem uma vida. Então, se não és mais bem-vindo (a), tudo bem respirar novos ares. Se ele (a) não ligar a mínima para sua partida, por mais doído que venha ser para você, tudo bem, isso só irá te dar mais certeza que fizeste a coisa correta.

Precisamos entender que quando não há mais espaço dentro do outro para nós, é porque já não há um porquê de ficarmos. Deixa ir. Se vai. Tudo bem. No começo as sensações são horríveis. A vontade de voltar atrás e querer respostas mais exatas nos perturbarão por longas noites, mas devemos saber que silêncio é resposta, ignorar é resposta, e quando interpretamos esses sinais, devemos mais ainda seguir em frente. Tudo bem de chorar, de se espernear por uma semana ou mais, só não podemos parar nossas vidas. O coração irá se reter nos primeiros anos, e tudo bem você não querer conhecer um novo alguém, porque, quem foi que disse que para estarmos bem precisamos necessariamente estar em uma relação? Então, tudo bem de ir conhecer o mundo com seus diversos lugares. Tudo bem sair com os amigos do serviço ou da faculdade. Tudo bem não responder aquela mensagem de alguém que te viu numa festa. Deixa que o tempo vai dizer o tempo de amar outra vez. Tudo bem. Levante esse astral aí. Se quiser, se reinvente. Crie novos hábitos, gostos e sentimentos. Se reconstrua. Se reorganize. Sim, isso realmente vai levar um tempo – ou não. Tudo depende da importância que dará a tudo isso. Só seja inteiro para você e para quem quer que seja seu par quando ele resolver chegar. Tudo bem de alguns amores irem, mas outros virão, e mostrarão que cada um tem seu efeito, seja por um momento, seja por toda uma vida. Tudo bem.

Tempo certo

Anúncios

11 comentários em “Tudo bem, viu?

    1. Oi minha linda, que bom saber disso. Me desculpe o sumiço, tanta correria que estive fora por um tempo do blog, mas saiba que mesmo de longe, tô cá trazendo meus escritos para te fazer sentir melhor, quando possível.

      Curtido por 1 pessoa

  1. Otimo texto retrata meu atual estado o que era tudo hj se tornou um nada e me resta apenas dor, e incertezas… Adorei o texto espero encontrar sempre algo aqui para refletir.

    me envia um email.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Se cadastre no meu site para receber notificações sempre que houver novos textos.

      Fico grata pelo comentário, e bom, no começo nos corroí, mas tudo bem em doer, o tempo trará o que precisamos, e isso incluí a cura para nossa dor. Não é clichê, é o ciclo da vida. Por enquanto, tudo bem. Se precisar de algo, só me enviar um cometário 🙂

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s