amor

Conserve o amor…

amor milagreJá reparo como o mundo anda cada vez mais vazio e sem cor? As pessoas atropelam uma as outras – metaforicamente falando – e sequer se importam. Não mais se respeitam, não se olham com calma, não se amam de coração. Tudo é questão de status, de prazeres e vontades egoístas. Amar se tornou um desafio, e somente quem realmente tem coragem e maturidade suficiente, consegue demonstrar e fazer fluir tamanho sentimento por alguém. Amar não tem nada haver com contos de fadas ou comédias românticas. Amar não é para qualquer um, principalmente para os que nem amam a si próprio, porque no fim, só podemos oferecer ao outro aquilo que temos, do contrário, nada saí do lugar. Amar não é facíl, mas essa é a lógica do amor. Amar quando tudo está bem, quando a outra pessoa conrresponde todas as nossas expectativas nos faz pensar que tudo se resumi a isso, mas na verdade, amar é quando menos se merece, quando as diferenças, mesmo que absurdas, se encaixam, quando a tempestade lá fora não cessa, quando o riso se vai. É aí que descobrimos o real sentido do amor, o amor incondiconal. 37f5fb929e3894994bbb00537fe26037Conserve o amor. Não permita que as coisas ao seu redor te impeça de enxergar que o bem mais valioso da vida é o amor. Conserve o abraço, o beijo, os filmes no sofá depois de uma semana estressante, os almoços em família no domingo a tarde, as passeadas de mãos dadas, os vários sorrisos que a pessoa amada têm, os momentos de leitura juntos, as conversas. Conserve as diferenças um do outro para que cresçam juntos. Os planos para o fuuro, até mesmo o de casameno e os de quatro filhos bajulando pela casa. Conserve os dias felizes, mas também esteja pronto para os dias tristes. Conserve o carinho, mas corrija quando necessário e sempre, claro, com amor. Preserve os olhares, a paz, a alma. Os príncipios, manias e gostos. Preserve o amor. Deixe que digam que você é de outro século só por ser meio à moda antiga, porque no fim, aquilo que sentimos é que diz quem realmente somos. E se for para ser chamada de pessoa ultrapassada só por conservar o amor, que me chamem, mas que acima de tudo, que me deixem amar da forma mais ultrapassada possível, pois nesse mundo todo pervetido, amar se tornou coisa para gente que ainda tem fé na vida e positividade no coração. Então meu caro e minha “cara”, antes de qualquer passo a diante, conserve o amor.

Tempo certo
Anúncios

2 comentários em “Conserve o amor…

  1. ” E se for para ser chamada de pessoa ultrapassada só por conservar o amor, que me chamem, mas que acima de tudo, que me deixem amar da forma mais ultrapassada possível” deixe – me amar do meu jeito antigo, o meu jeito de amar pode ser antigo para alguns mas, para mim ele é to talmente valido, e é assim que eu penso no amor … Lindo, sempre lindo, me identifiquei para caramba! lindo, parabens, um beijão!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s