Dois

Namorar não é legal

imageQuando solteiros, sentimos uma falta dos frios na barriga, daquela empolgação dos primeiros encontros, das sensações boas que se passam quando estamos com alguém. Mas namorar é chato. Você precisa dividir seu tempo, tem que começar a se por no lugar do outro, tem que ser paciente e sensível ao que a outra pessoa sente. Namorar é chato. Você começa a se arrumar mais para não fazer feio nos primeiros dias, a ficar pendurado no telefone no fim da noite, a ter que sair acompanhado e a visitar famílias diferentes nos domingos a tarde. Namorar é chato, porque somos individualistas, egoístas e apressados. Namorar não é legal quando há só paixão, calor de momento, solidão mesmo estando juntos; quando há falta de sinceridade, de reciprocidade, de sintonia, de ligações das almas e da falta de amizade.
imageMas, quando conhecemos o amor, aquele que nos devolve a paz, a calmaria, que coloca nossos pés no chão mesmo nos fazendo flutuar de tão leves, ele nos ensina que namorar é muito bom. A gente descobre quando é amor no momento que nos tornamos a companhia de alguém numa segunda-feira a noite ao invés dos sábados apenas; quando vamos involuntariamente para os passeios somente pelo prazer da presença da outra pessoa; quando aprendemos que o amor é diferente da paixão, pois ele nos achará lindas mesmo de pijamas largados ou de calções amarrotados, e não nos dispensará nos finais de semanas para curtir sozinho. É certo que temos direito a um espaço só nosso, e o amor nos mostra isso também, mas são só detalhes perto da alegria de namorar quem amamos e que nos ama de volta. Namorar é bom quando há cumplicidade e amizade, quando os diálogos fluem sem necessidades específicas e quando o silêncio não se torna um desconforto em alguns instantes. Namorar é bom quando encontramos abrigo nos braços do outro e devolvemos com grandes carinhos todo afeto recebido.
imageNamorar é bom. Nós aprendemos a ser cautelosos, a se desculpar pela bagunça na cozinha, pelo farelos de doritos no sofá da sala enquanto assistimos nossa série preferida, e dos defeitos indispensáveis que todo mundo tem, até porque, ninguém é perfeito. Namorar é bom, pois aprendemos a desfrutar da melhor maneira a companhia de alguém que nos inspira e nos faz feliz, que nos aceita durante a TPM, nos dias tristes ou sem vontades. Namorar é bom quando aceitamos a dividir nossas comidas mais chegadas, quando compartilhamos nossas felicidades e sorrimos atoa por horas. Namorar é bom quando o amor nos faz ver que mesmo depois de tempos juntos, o friozinho na barriga do início ainda continua, e que cada suspiro é uma nova descoberta de como amar alguém intensivamente. Namorar é bom quando enxergamos o brilho no olhar após um longo beijo, e o fato de como as mãos se encaixam uma na outra; quando o frio do ambiente é suprido pelo calor dos abraços, e ficamos com o perfume marcados em nós, assim como a voz e a risada da pessoa amada. Namorar é bom quando há ombro amigo, puxões de orelhas na hora certa e conselhos admissíveis; quando temos com quem chorar e para quem contar nossas piores piadas. Namorar é bom quando ajudamos o outro durante as dificuldades; quando ele nos conta seus segredos sem medo; quando se entrega por inteiro e decide ficar ao nosso lado. Namorar é bom quando nos apaixonamos todos dias pela mesma pessoa e fazemos planos de viver com ela o resto de nossas vidas. Namorar é bom quando aprendemos amar e fazer bom uso de toda a reciprocidade.

Tempo certo
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s