Vida

Respeite a dor do próximo

imageTemos uma mania de achar que nossa dor é maior ou menor que a do outro por elas se expressarem de formas diferentes. Tem gente que sofre calado, tem gente que sofre sorrindo. Tem gente que se isola, tem gente que não perde a oportunidade de sair e se distrair. Tem gente que se priva de conhecer outras pessoas e lugares, tem gente que escolhe viajar o mundo e acaba se deparando com pessoas especiais. Tem gente que gosta de expor sua dor, tem gente que a guarda num potinho para que não interfira na sua vida cotidiana. Cada qual tem seu modo de sentir sua dor emocional. Conheço um alguém que sofreu um “bague” na vida, mais quem o olhava sempre o via fazendo as piores piadas do dia, dando altas gargalhadas, quem convivia com ele o julgava por não expressar com tristezas as coisas que haviam acontecido, até que ele se manifestou e disse: “é claro que esta doendo e muito, mas minha dor é minha, quem tem que senti-la na maioria das vezes sou eu, não dá para deixar os outros tristes porque a nossa vida foi triste, vamos sorrir, vamos viver.” Nada contra com quem gosta de publicar sobre tudo que ocorre consigo, mas peço só um favor, respeite a dor do outro.
imageEu não tenho essa ideia de que o tempo cura tudo, o que nos cura é o que fazemos durante o tempo que está passando, como aceitamos o fim de algumas coisas e como damos a volta por cima. As dores, algumas são grandes, outras pequenas, mas só a entende quem as sentem. Tem gente que é difícil de chorar e outras que é uma manteiga derretida, mas todos sofrem, todos passam por dores. Jugamos o próximo, porém não sabemos quantas noites está sem dormir, o quanto aquela ferida o corrói por dentro, como ele tem tentado se manter forte aparentemente, o quanto é difícil passar o dia com aquilo martirizando seus pensamentos. Eu particularmente prefiro sorrir, mesmo tendo todos os motivos para estar entristecida, eu prefiro falar do que me calar por inteira. Eu prefiro deixar minha dor no peito, porque se ela resolver sair, vai querer se achar independente e crescer, o que vai ser pior e mais doloroso, então, deixa ela aqui escondidinha, deixa ela apertar e me fazer chorar quando eu estiver sozinha, quando eu tiver tempo para senti-la. Respeite a dor do próximo, só quem a entende tem uma chance de opinar. A dor é de cada um e cada um sente como achar melhor.

Tempo certo
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s