Vida

Desistir de alguém

imageÉ, chega uma certa hora que temos que parar um pouco e pensar em nós e tudo que está nos acontecendo, e algumas vezes, é o momento então de desistir de algo ou alguém. Em nenhuma oportunidade eu disse ser forte demais para aguentar tudo, ver a vida com os olhos da alma não nos faz caridosos ao ponto de esquecer de nós mesmos em prol de alguém, é claro que isso exigi muita compaixão quando se trata de um caso delicado de debilidade, do contrário, não. É certo que eu nunca parei minha vida por conta de uma dor ou porque que alguém partiu, eu sempre segui com ela em frente. Um amor se foi e mesmo assim fiz novos amigos, conheci diversos lugares e até permiti que outras pessoas se aproximasse um pouco mais, porém meu coração estava sempre ligado naquele alguém. Era irrevogável fazer planos e não imaginá-lo em cada um deles. É, fui deixando o tempo passar, mas antes eu até deixei transparecer entre sorrisos escondidos e abraços apertados tudo quanto eu ainda sentia, mas, é doído quando vejo que fazem pouco caso de todo meu esforço, e é aí que chega a hora de desistir. É algo tão forte quando tomamos a decisão de desistir de uma pessoa, porque em si, não estamos desistindo somente dela, mas também de todos os sonhos que fizemos um dia, de todos poemas guardados na gaveta, de todos beijos que não damos, de todos os abraços, todo carinho, de todo o amor. Desistir de alguém é causar em nós um desconforto, é ficar no ar um sentimento de tristeza, uma ideia de que não sabemos nada sobre as coisas que vem do coração ou sobre o tempo, mas não, o que acontece é que não dá para insistir em quem não sabe o que quer, não dá para se doar por quem nada entende de reciprocidade e que fica se entregando pela metade. Desistir de alguém é deixar um pedaço de nós para trás, é se ver quase que obrigado a refazer a rota da vida, tudo porque em grande parte ele estava presente, só que uma coisa é certa, não podemos deixar de viver.

imageDesistir de alguém é ver que o enorme espaço para se conversar foi substituído por um abismo de silêncio, é ver que as viagens não terão mais aquela companhia, que os nomes dos futuros filhos irão ser revistos, que a casa planejada terá um cômodo a menos, que o caminho do serviço será outro, que as séries e filmes vão ficar para depois e que até os sorrisos serão esquecidos ao longo dos meses que virão. Desistir é pensar por alguns segundos que fomos fracos ou incapazes de esperar, mas eu digo, desistir em muitos casos é a única maneira para viver aquilo que realmente vale a pena e que nos permitirá encontrar a real felicidade, e para ser bem sincera, não dá para ser feliz ao lado de quem não nos olha com a mesma intensidade e gratidão que a olhamos. Desistir, para quem preza pelo amor se torna preciso quando há somente uma voz pedindo para que as coisas deem certo. Não para uma obra ser concluída com somente um trabalhador. O amor tem sua soma, e um só será dois e dois só será um quando o outro se dedicar também. É, a vida é cheia de surpresas e ela pode até recompensar nossas perdas, pois no fim a gente merece alguém que nos inspire a ser feliz de verdade e que não nos traga sentimentos de desistência, alguém de coragem para caminhar por longos anos sem partir. Foi doído, mas eu precisei desistir.

Tempo certo
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s