Vida

Vamos falar de saudades

A gente sente saudades de tantas coisas não é mesmo? Eu, particularmente, sinto saudades de quando criança, dos passeios na casa da avó nas férias, dos amigos que me viram ir embora da cidade donde vivia, e do tempo do ensino médio. A gente sente saudades de uma mania que tínhamos, de uma roupa que usávamos, de um lugar que íamos e de pessoas que por nossas vidas passaram, é, a gente sente saudades. Mas muitas das coisas tendem a chegar ao fim; muitas tem seu ponto final, e tudo que resta depois, são saudades. Posso abrir meu coração á vocês? Eu nunca imaginei que tal sentimento poderia de fato estar tão presente dentro de mim. Nunca imaginei que um dia eu pudesse ser capaz de sentir saudades de algo ou alguém na intensidade que sinto. Eu sei que a maioria das coisas que nos deixaram saudades não mais voltaram e tomaram rumos diferentes dos nossos, principalmente quando se trata de um alguém que nós dividimos grandes momentos de nossas vidas e se foi e encontrou seu caminho, mas a saudade está sempre aqui para nos fazer lembrarmos de que vivemos momentos bons o suficientes ao ponto de não irem embora das nossas memórias. Em outros casos, é como aquela frase de um autor desconhecido para mim disse uma vez:  “existem pessoas que ficam no nosso coração, ainda que, não fiquem em nossas vidas.” blog-a-terapia-de-alice-voce-e-o-que-pensa-sobre-mimQuando recordamos de certas histórias vividas, chegamos até dar uns suspiros profundos, é bem nesses instantes que a saudade desperta e se espreguiça, fazendo com que nossos corações se apertem, nos trazendo o semblante de feliz ou triste, dependendo do que foi lembrado. A gente sente saudades do que viveu, porém é engraçado que as vezes sentimentos saudades também do que ainda não vivemos, dos planos que fizemos e que de uma maneira bem contraditória, a vida os inverteram e nos levaram para outros caminhos. Em algum momento nós sentamos e fizemos nossos planejamentos daquilo que esperávamos realizar no ano que estava por vir, e quando chega seu fim, nos damos conta que não conseguimos alcançar uma parte dessas coisas, e muitas dessas nos deixam a sensação de saudades. Os planos que fizemos com alguém, o futuro premeditado quando estávamos juntos, hoje se tornaram cinzas, por mais belos que eles eram, agora foram esquecidos no tempo. Somos colecionadores de saudades, muitas delas valem a pena sentir, porque na maior parte, se há saudades, houve sentimentos e se houve sentimentos, houve verdade. Tem saudades que é boa, outras nem tanto. Tem saudades grandes, saudades pequenas. Saudades que nos tiram sorrisos, saudades que nos fazem perder o sono. Eu sei que nós não podemos controlar quanto ao que sentimos em certos momentos, mas, se for para sentir saudades de quem só lhe feriu no passado, por favor, não perca seu tempo, mas se for sentir saudades de quem fez parte da sua vida e por ironia do destino não pode mais estar contigo, mas se foi na paz e te trouxe algum significado do que é sentir algo verdadeiro, sinta saudades sim. Seja pessoa, seja algo, seja algum lugar. A saudade é um sentimento nobre, que só sente quem se permitiu viver momentos ou ousou sonhar.

Tempo Certo 
Anúncios

4 comentários em “Vamos falar de saudades

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s