amor · Tempo

Continue conquistando

FB_IMG_1462809856864

Como é mesmo a mania de um certo pessoal? Ah! É não investir com tanta garra, dedicação e amor na relação só porque acredita que já fora conquistado o coração do parceiro e já que está tudo bem. Para. Volte. Não está tudo bem. Vamos relembrar do empenho que sempre colocamos no início de uma grande conquista, lembro? Pois é. Sabe, estou no terceiro semestre da faculdade, me dedicando ao máximo para que eu possa conseguir me formar em breve, mas, e quando eu me formar? Será que meu esforço se acaba? Como será minha vida profissional se eu não quiser mais empenhar-me? Para que haja sucesso em minha realização como profissional eu tenho que procurar sempre que possível, estar atualizada, fazer uma anotações aqui, uma pós-graduação ali, um mestrado, doutorado talvez, mas, jamais parar de aprender e de me dedicar. É uma analogia, só que vem cá, com o amor é diferente? Tem gente que chega encantando, acelera corações, só que com passar dos meses ou anos, se acomodam. Não há mais tantos entusiasmos, euforias, borboletas no estômago, sabe, essas coisas que usam para traduzir os sentimentos amorosos. Não digo que já não gostam mais, que perderam o desejo, deixaram de amar, não, estou falando de dedicação, que se esquecem de praticar com tanta voracidade ou, suavidade – depende do humor de cada um.

FB_IMG_1462846586834Tem gente que se acomoda e faz de sua rotina sua justificação. Tem gente que deixa o laço apertar até o “talo” e virar nó. Não mais conversam olhando nos olhos só pra sentir além do que as palavras dizem. Não mais elogiam aquela roupa diferente, cabelo diferente, ou, a mania de sempre manter iguais todas coisas e ainda assim manter bonitas. Não mais andam de mãos dadas ou fazem passeadas no fim de tarde de uma quinta-feira qualquer. Se graduou na conquista, mas se acomodou, não pensou em seguir carreira de uma longa e linda jornada de estar sempre no primeiro amor, na lembrança do que faz bem, do que fazer e não fazer para que o outro possa ser feliz. Compreensão é claro, sempre deve existir, um dia cansativo e corrido, dificuldades financeiras e afins, mas bater sempre na mesma tecla de acomodação faz com que quem está a seu lado se abata. É chato de mais só um dá o braço a torcer, estar sempre disponível ou ser compreensível, como dito. Relacionamento, é bom que sempre também lembremos, é fazer o outro feliz e fazer de sua felicidade a nossa, isso incluí em, conquistar continuamente a pessoal incrível pela qual nos apaixonamos lá no tal início de tudo.

Tempo certo
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s