Tempo

Se o tempo curasse…

Recortes-mentais-Mylena-Gama

 “Se o tempo curasse, farmácia venderia relógios”.

Essa frase todo mundo já ouviu falar em resposta de “o tempo cura tudo”, mas e então, o tempo cura mesmo ou não? Certa vez algo horrível me aconteceu, cheguei até dizer: “com o tempo passa”, e passou, hoje tô limpa das mágoas que me feriram, porém, não foi o tempo que me curou. É notável que quando estamos sofrendo parece que fazemos questão de pensar naquilo, de materializar de como poderia ter sido diferente e não foi, e ficamos nessa até não aguentarmos mas, dia após dia, lembrando, chorando e dando atenção á essa dor. Quando chegamos no nosso limite acreditamos que tudo acabou e é nessas horas que tudo realmente começa a fazer sentido. No limite já não temos mais lágrimas para chorar. No limite não temos mais vontade de pensar no que nos fez mal. No limite, organizamos nossos pensamentos e voltamos a vida que não é a dor. No limite descobrimos que temos sim, uma vida inteira a se viver e, ficar nesse limite não permitirá que coisas boas se aproximem de nós, então, temos a decisão em nossas mãos, ultrapassar esses limites para sofrer um pouco mais, ou, se libertar e viver. Escolha se libertar. Problemas que machucam em vez ou outra todo mundo tem, mais, o mal que te impedi de enxergar as coisas a sua volta, o tempo passando, não te fazendo ver o futuro que te espera, é um mal que se não cuidar, te rouba completamente de tudo e todos. Escolha se libertar. Aproveita esse limite que sua dor chegou e esclareça que tudo vem para um aprendizado. _distancia tempoNão tenha medo, crie expectativas sim, só não permita que elas te controlem. Viver com medo de se machucar por coisas passadas é escolher não viver, é se acomodar em mundo que não existe. Ter expectativa é ter fé e, ter fé é crer que de alguma maneira, aquilo que queremos irá acontecer e se não acontecer continuaremos usando a fé, pois, Deus sabe o que é melhor para cada um de nós. Escolhi me libertar. Eu entendi, não foi o tempo que me curou, eu é quem cheguei ao meu limite e cansada daquele agonia, comecei pouco a pouco a esquecer, porque, as vezes parece que temos aquela ideia de ah, “não pensei naquela dor hoje, deixa eu sentar aqui e me lembrar como aconteceu, quero chorar um pouco”, acordei! Eu parei de gastar meu tempo com a dor e passei a gastar mais tempo comigo, muitas das vezes tal fato nem merece nossa atenção assim. Quando eu comecei a viver a vida, me ocupando com outras coisas, a dor se foi e com ela o tempo, lógico, é normal que o tempo passe, mas, não foi ele quem curou; quando fui chegar a pensar na tal dor que outrora massacrava, me fazia perder noites de sonos, vi que hoje ela se tornou uma lembrança de algo que fez eu ser quem eu sou agora, uma pessoa mais experiente, mais forte e, fiquei até agradecida, porque lição bem dada é lição jamais esquecida, sendo assim, lá no futuro não precisarei errar na mesmas coisas que eu já aprendi. O tempo, bom; o tempo ele passa sim, só que, o que nos cura é o que fazemos com tudo que nos aconteceu. Liberta-se e sempre  lembrando em confiar em Deus.

          Tempo certo
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s